Escritora oferece sexo a presidente alemão por veto a usinas

 

Em entrevista a uma revista alemã, a escritora Charlotte Roche ofereceu ao presidente da Alemanha Christian Wulff "uma noite em sua companhia", em troca de seu veto à prorrogação do funcionamento das usinas nucleares do país.

"Eu durmo com ele, se ele não assinar" a lei que prorroga o funcionamento das 17 usinas nucleares, declarou à "Der Spiegel", a autora do romance Zones Humides.

Roche é contra a adoção das centras nucleares e recentemente participou de um protesto contra um carretamento  dedejetos radioativos reprocessados na França. "Meu marido está de acordo. Agora, falta a primeira-dama dar o sinal verde. Sou tatuada", disse a mulher de 32 anos.

O presidente alemão deve decidir ainda ano se a lei que prolonga o funcionamento das centrais nucleares, adotada no fim de setembro pelos deputados alemães, pode ser implementada sem o aval do Bundesrat (câmara alta do Parlamento, representando os estados regionais).

Conheça a escritora:

Jornalista de formação, Charlotte Roche vendeu na Alemanha mais de um milhão de cópias de seu best-seller que conta, em palavras cruas, as crises de hemorroidas e as experiências sexuais de uma jovem de 18 anos, após sua hospitalização por causa de uma depilação malsucedida.