Paris espera contato da Al-Qaeda sobre franceses sequestrados

PARIS - A França espera ter condições de entrar em contato com a Al-Qaeda a respeito dos cinco franceses sequestrados no Níger na semana passada, afirmou o ministro da Defesa, Hervé Morin. "No momento, nossa preocupação é poder entrar em contato com a Al-Qaeda e obter reivindicações que não dispomos", declarou o ministro à rádio RTL. "O que desejamos é que a Al-Qaeda possa, em algum momento, apresentar suas reivindicações", completou. A França considerou autêntica a reivindicação do sequestro pela Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI), divulgada pelo canal de televisão Al-Jazeera. Cinco franceses e dois africanos, funcionários do grupo nuclear Areva e da empresa Satom, foram sequestrados no dia 16 de setembro.