Cardeal alemão compara o Reino Unido com país do terceiro mundo

Agência AFP

VATICANO - O cardeal alemão Walter Kasper, ex-chefe do Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos, causou polêmica nesta quarta-feira ao comparar a Grã-Bretanha com um país do terceiro mundo.

Kasper, que desistiu oficialmente por razões de saúde a participar na visita de quatro dias que o Papa Bento XVI inicia nesta quinta ao Reino Unido, criticou um dos aeroportos de Londres.

"Quando se aterrissa no aeroporto de Heathrow, se tem a impressão de, às vezes, chegar a um país do terceiro mundo", afirmou à revista alemã Focus.

As declarações do religioso causaram mal-estar, o que obrigou o Vaticano a se pronunciar.

"As declarações do cardeal não encerram nada de negativo nem de desprezo em relação ao Reino Unido", assegurou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, em um breve comunicado.

Kasper, de 77 anos, também era responsável pelas relações com os anglicanos.

"Na Inglaterra se está propagando um novo ateísmo agressivo. Se uma pessoa usar um crucifixo num voo, por exemplo, da British Airways, termina discriminado", criticou ainda na entrevista à Focus.

Indagado pelo AFP, o Vaticano negou que o cancelamento da viagem de Kasper ao Reino Unido esteja relacionada com suas polêmicas declarações.