Irã se recusa a conversar com EUA sobre o Iraque

Agência AFP

TEERÃ - O Irã anunciou que não terá novos encontros com os Estados Unidos para debater a segurança no Iraque, enquanto as forças americanas prosseguirem com os ataques contra as milícias xiitas em Bagdá.

- O tema principal de nossas conversas com os Estados Unidos é a segurança e a estabilidade no Iraque, mas atualmente assistimos a bombardeios americanos e a um massacre de iraquianos - declarou o porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores.

- Nestas condições, as discussões não darão nenhum resultado e não têm sentido - acrescentou Mohammad Ali Hosseini.

Desde o fim de março, o Exército americano e as tropas iraquianas enfrentam milicianos xiitas, acusados pelos Estados Unidos de ter o apoio de Teerã, o que o Irã desmente.

Respresentantes dos governos iraniano e americano se encontraram três vezes na presença de representantes iraquianos. As duas primeiras, em maio e julho de 2007 no Iraque, tiveram as presenças de embaixadores. A terceira aconteceu entre especialistas.