Encontradas 12 vítimas de helicóptero que caiu no Mar Negro

Agência EFE

KIEV - As equipes de salvamento ucranianas encontraram hoje os corpos de 12 ocupantes do helicóptero Mi-8 que caiu nas águas do Mar Negro, informaram fontes do serviço de guarda fronteiriça da Ucrânia.

- Entre os mortos, onze são oficiais da guarda fronteiriça e outro é civil. Além disso, uma pessoa foi resgatada com vida, mas se encontra em estado grave - disse Serguei Astakhov, porta-voz do serviço, citado pela agência russa 'Interfax'.

O helicóptero transportava duas toneladas de carga para a construção de um posto fronteiriço na ilha de Zmeini, que se encontra em frente ao litoral de Odessa. O helicóptero decolou hoje do porto de Odessa com destino à ilha de Zmeini com três pilotos e dez passageiros, quase todos oficiais do serviço fronteiriço ucraniano. Segundo o porta-voz do Ministério de Situações de Emergência ucraniano, Igor Krol, o aparelho deveria ter aterrissado após 40 minutos de vôo, mas não chegou a seu ponto de destino, e pouco depois foi avistado em um banco de areia perto da ilha.

Minutos depois, foi encontrado com vida um dos ocupantes do aparelho acidentado, que foi levado a um hospital próximo. Dois helicópteros e duas lanchas da guarda litorânea foram enviados em busca dos desaparecidos, trabalho que também tem a participação de navios de pesca locais. Tanto o Governo quanto o serviço de guarda fronteiriça criaram comissões de investigação para esclarecer as causas do acidente.