Presidente do Parlamento do Tibete no exílio confirma 135 mortos

Agência ANSA

LONDRES - Cento e trinta e cinco mortes foram confirmadas nos confrontos no Tibete até terça-feira. Mais de mil pessoas ficaram feridas, informou hoje o presidente do Parlamento tibetano no exílio, Karma Chopel.

O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa no Europarlamento, ao qual foi convidado pelos eurodeputados radicais e onde falará com a comissão das Relações Exteriores.

- São dados próximos porque é realmente muito difícil obter informações do Tibete - disse Chopel, segundo o qual "os números poderiam ser inclusive dez vezes maiores do que as cifras confirmadas".

- A situação é de grande urgência e emergência - afirmou, enfatizando que "há muitas mortes e massacres de tibetanos".