Turquia bombardeia posições curdas no Sudeste

REUTERS

SIRNAK - Disparos de helicópteros atingiram nesta segunda-feira posições de curdos rebeldes no Sudeste da Turquia. A Turquia mobilizou até 100 mil soldados, apoiados por tanques, artilharia, caças e helicópteros de combate, ao longo de sua fronteira com o Iraque para uma possível incursão na área, a fim de combater 3.000 guerrilheiros que usam a região como base para lançar ataques.

A Casa Branca afirmou que pressiona a Turquia e o Iraque para manter o diálogo e impedir que uma grande operação militar ocorra.

Testemunhas contaram ter visto helicópteros disparando foguetes e bombardeando posições possivelmente pertencentes ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na Província de Sirnak, na fronteira turca. O objetivo seria impedir que dezenas de rebeldes atravessem para o Norte do Iraque.

Segundo fontes do Exército, dois soldados foram mortos durante a ação em Sirnak. Outro morreu na Província de Tunceli, a centenas de quilômetros da fronteira.