Azerbaijão frustrou ataques contra embaixadas dos EUA e R. Unido

Agência EFE

BAKU - O Ministério de Segurança Nacional do Azerbaijão anunciou nesta segunda-feira que foram abortados planos de ataques terroristas contra edifícios públicos e embaixadas e representações dos Estados Unidos e do Reino Unido, entre outros países, por parte de um grupo islâmico radical.

O serviço de imprensa do ministério informou que, no sábado passado, as forças de segurança detiveram parte desse grupo islâmico, que 'planejava terríveis atos terroristas e de sabotagem' contra instituições do país e delegações diplomáticas.

O porta-voz do Ministério, Arif Babayev, disse que na operação foram apreendidos quatro fuzis automáticos, uma metralhadora, vinte granadas de mão e grande quantidade de munição que tinham sido roubados em uma unidade militar por um tenente do Exército do Azerbaijão, país vizinho ao Irã.