Seyni Oumarou é nomeado novo primeiro-ministro do Níger

Agência EFE

DACAR - O presidente de Níger, Mamadou Tandja, nomeou Seyni Oumarou como novo primeiro-ministro, em substituição de Hama Amadou, destituído por uma moção de censura na semana passada, informaram nesta segunda-feira fontes de uma rádio.

Oumarou, membro do governante Movimento Nacional para a Sociedade de Desenvolvimento e considerado próximo ao primeiro-ministro destituído, foi ministro do Comércio e depois de Infra-estruturas durante o gabinete anterior.

O presidente o escolheu entre os três candidatos propostos pelos grupos políticos que integram a maioria parlamentar.

O novo primeiro-ministro tomará posse sobre o Corão, livro santo dos muçulmanos, religião praticada por mais de 95% dos nigerinos, antes de assumir frente aos deputados da Assembléia nacional.

O novo chefe do Governo tem como prioridades favorecer o diálogo com os tuaregues que ameaçam retomar a luta armada no norte e apaziguar a frente social, especialmente a crise que afeta o setor do ensino universitário.

A oposição política recebeu com reticência a nomeação de Oumarou ao colocar em dúvida sua capacidade de acabar com a corrupção e lutar de forma eficaze contra os desvios de recursos públicos.

Uma moção de censura apresentada por um grupo de 27 deputados da oposição e apoiada por dois grupos parlamentares próximos ao Governo acabou com o Governo dirigido desde 2000 por Hama Amadou.