Vinte e seis cadáveres encontrados com sinais de tortura em Bagdá

Agência EFE

BAGDÁ - A Polícia iraquiana encontrou nesta quinta-feira 26 cadáveres com sinais de tortura em diferentes pontos de Bagdá, informaram fontes policiais. Segundo as fontes, os cadáveres têm as mãos amarradas ao corpo e os olhos vendados, e foram transferidos a um hospital da capital para serem identificados.

Por outro lado, dois civis faleceram e quatro ficaram feridos pelo lançamento de bombas contra domicílios nos bairros de Kendi e Sabe Al-Bur, no centro e no leste de Bagdá, respectivamente. Em um outro incidente, a explosão de uma bomba causou a morte de uma pessoa no bairro de Saidiya, no sul de Bagdá.

Na cidade de Hilla, 100 quilômetros ao sul da capital, outra bomba explodiu próximo a um colégio, e matou um estudante, além de causar ferimentos em outros seis. Em outro incidente em Hilla, insurgentes mataram um membro do ex-partido governante Baath.