Xangai se torna o segundo maior porto do mundo em gestão de carga

Agência EFE

XANGAI - Xangai passou Hong Kong pela primeira vez e se tornou o segundo maior porto do mundo em gestão de contêineres, atrás apenas de Cingapura, segundo os resultados do primeiro trimestre de 2007.

O porto chinês superou o da antiga colônia britânica em 380 mil TEUs, informou hoje a imprensa chinesa.

A nova marca ressalta o crescente atrativo de Xangai como principal porto de entrada para o mercado chinês. Ao mesmo tempo, Hong Kong vai caindo no ranking mundial, que liderava até 2005, lembrou o jornal 'South China Morning Post'.

Xangai é não só o segundo maior porto mundial em movimentação de contêineres, mas também o maior em volume de carga, com 303 milhões de toneladas administradas em 2006.

No primeiro trimestre deste ano, o movimento foi de 5,88 milhões de TEUs (unidades de medição de contêineres de 6,25 metros), 28% a mais que no ano passado. Hong Kong administrou 5,5 milhões de TEUs.

Shenzhen, outro porto chinês, na província de Cantão, no sul do país, deverá superar Hong Kong no ano que vem. Nos primeiros três meses do ano, movimentou 4,26 milhões de TEUs, alta de 8,2% em relação ao mesmo período de 2006.

A atividade de Hong Kong caiu 8,8% em março, após um aumento de 5,4% em janeiro e 14,2% em fevereiro.

O porto de Xangai, na foz do rio Yang Tsé, a principal via fluvial de entrada para o coração da China, navegável até Chongqing (centro), tem sido fortemente apoiado pelo Governo como principal do país e motor do crescimento econômico do leste da China.

Já o Governo de Hong Kong não atende às reivindicações do setor com medidas para modernizar e expandir suas instalações.