Exigências norte-coreanas atrasam conversas para reunificação

Agência EFE

SEUL - As duas Coréias não conseguiram iniciar nesta quinta-feira uma reunião para discutir assuntos econômicos em Pyongyang, porque o regime norte-coreano exigiu antecipar os discursos e comunicados sul-coreanos antes da sessão plenária, informou hoje a agência de notícias sul-coreana 'Yonhap'.

A 13ª rodada do comitê econômico intercoreano, que vai até sábado, deveria começar hoje para discutir a entrega de 400 mil toneladas de arroz pedidas pela Coréia do Norte na última reunião interministerial, em março. Os testes para unir as ferrovias dos dois países também estavam na agenda.

A Coréia do Sul deve condicionar o envio de arroz à desnuclearização norte-coreana.

Segundo a 'Yonhap', a exigência norte-coreana pode estar relacionada com essa decisão sul-coreana. O regime comunista estaria tentando garantir o envio de arroz antes de começar a reunião.