Ataque no sul do Iraque deixa dois soldados britânicos mortos

Agência EFE

LONDRES - Dois soldados britânicos morreram hoje e outros três ficaram feridos ao sofrer um ataque quando patrulhavam a província de Maysan, no sudeste do Iraque, informou hoje o Ministério da Defesa do Reino Unido. Os dois militares morreram na 'explosão de uma bomba de fabricação caseira', informou um porta-voz da Defesa.

- Os soldados faziam uma patrulha rotineira em um veículo encouraçado Scimitar quando foram atingidos pela explosão - explicou a fonte, ao acrescentar que os feridos, um deles em estado grave, estão recebendo atendimento médico em uma base militar.

O incidente ocorreu um dia depois de as autoridades iraquianas assumirem o controle da segurança em Maysan. Com as duas baixas, chegam a 144 os militares das Forças Armadas britânicas que morreram no Iraque, 111 deles por fogo hostil, desde o início da invasão liderada pelos Estados Unidos no início de março de 2003. O Reino Unido tem 7.100 militares mobilizados no Iraque, a maioria na província de Basra (sul), embora o contingente se reduza a menos de 5 mil soldados até o fim do ano, anunciou em fevereiro o primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair.