Navio de grãos zarpa de porto de Odessa, diz ministro ucraniano

Medida é parte de acordo para desbloquear o Mar Negro

Alexander Kubrakov/Ministério da Infraestrutura da Ucrânia
Credit...Alexander Kubrakov/Ministério da Infraestrutura da Ucrânia

Um navio carregado com grãos ucranianos deixou o porto de Odessa nesta segunda-feira (1°), no primeiro carregamento de grãos a zarpar do porto como parte de um acordo para desbloquear os portos do Mar Negro da Ucrânia, disse o ministro da Infraestrutura da Ucrânia, Oleksandr Kubrakov.

"O primeiro navio de grãos desde a #AgressãoRussa deixou o porto. Graças ao apoio de todos os nossos países parceiros e da ONU [Organização das Nações Unidas], conseguimos implementar plenamente o acordo assinado em Istambul", escreveu o ministro no Twitter.

Ucrânia, Rússia, Turquia e a ONU selaram um acordo para garantir a exportação segura de grãos dos portos ucranianos no Mar Negro, que foram bloqueados depois que a Rússia invadiu o país, em 24 de fevereiro.

"O desbloqueio dos portos proporcionará pelo menos US$ 1 bilhão em divisas para a economia e uma oportunidade para o setor agrícola de planejar a semeadura do próximo ano", disse Kubrakov em um comunicado separado divulgado pelo seu ministério.

"Nos portos da Grande Odessa, outros 16 navios já estão esperando sua vez. Estes são os navios que foram bloqueados desde o início da invasão russa", disse ele.

"Hoje a Ucrânia, juntamente com seus parceiros, dá mais um passo para evitar a fome mundial", acrescentou.

O Kremlin elogiou a notícia sobre: "muito positiva". O navio Razoni, de bandeira de Serra Leoa, zarpou de Odessa com uma carga de milho, com destino a Beirute, no Líbano. (com Agência Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais