Tribunal mantém Rússia fora da repescagem para Copa

Corte rejeitou recurso contra punições da Fifa

Foto: Ansa
Credit...Foto: Ansa

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) rejeitou nesta sexta-feira (18) o recurso apresentado pela Federação Russa de Futebol contra as sanções impostas pela Fifa em função da guerra na Ucrânia.

Com a decisão, o país segue impossibilitado de disputar a repescagem da Copa do Mundo de 2022, no Catar, que começará no final de março.

A decisão do tribunal foi muito semelhante à tomada na última terça-feira (15) sobre as sanções da Uefa. Assim como a Fifa, a entidade suspendeu de suas competições a seleção russa e os clubes do país.

A punição da entidade máxima do futebol foi concedida em virtude da invasão militar à Ucrânia. Sem autorização de disputar as Eliminatórias europeias, a Rússia não possui condições de jogar a próxima edição da Copa do Mundo.

Os comandados de Valeriy Karpin deveriam enfrentar a Polônia em 24 de março na cidade de Moscou, mas a seleção se recusou a jogar contra os russos. A medida do TAS coloca os poloneses automaticamente na decisão da repescagem contra Suécia ou República Tcheca.

A Rússia conseguiu disputar as duas últimas edições da Copa do Mundo, tendo sido eliminada nas quartas de final em 2018, quando jogou o torneio em casa. O país também esteve presente nos Mundiais de 1994 e 2002. (com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais