Putin é expulso da Federação Internacional de Judô

Mandatário tinha um dos cargos mais altos da entidade

Foto: Epa/Michael Klimentyev/Sputnik
Credit...Foto: Epa/Michael Klimentyev/Sputnik

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o oligarca Arkady Rotenberg foram expulsos de todos os seus cargos na Federação Internacional de Judô (IJF) em função da guerra na Ucrânia.

Apaixonado pelo esporte, o mandatário russo tinha um dos mais altos reconhecimentos da modalidade, sendo um 8º dan. Em fevereiro, a entidade suspendeu Putin como um de seus presidentes honorários.

Em seu comunicado, a IJF não mencionou em nenhum momento a guerra na Ucrânia. A federação também decidiu expulsar o bilionário russo Rotenberg, que era gerente de desenvolvimento da entidade desde 2013.

A federação é apenas a última, em ordem cronológica, a privar Putin de títulos esportivos honorários desde o início da invasão russa à Ucrânia.

No momento, russos e bielorrussos ainda estão autorizados a disputar torneios internacionais de judô, mas como atletas neutros. A entidade também cancelou a realização do Grand Slam de Kazan, na Rússia. (com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais