Polônia rejeita visita de Bolsonaro ao país, diz jornal

Em janeiro, ao falar sobre sua visita à Rússia, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que planejava seguir viagem para a Hungria e a Polônia

Foto: AFP 2022 / Jack Hill
Credit...Foto: AFP 2022 / Jack Hill

Para fazer a vontade do presidente, a diplomacia brasileira procurou Jakub Kumoch, assessor para temas internacionais do presidente polonês, Andrzej Duda. A conversa serviu para acertar a visita do brasileiro à Varsóvia e possivelmente à Cracóvia. A resposta, porém, segundo informações apuradas pelo Valor Econômico, foi negativa.

O governo polonês respondeu que Andrzej Duda não tinha espaço na agenda em fevereiro para Bolsonaro. A Polônia ainda alegou que as tensões na Ucrânia ocupavam a diplomacia do país, e sugeriu uma visita de Bolsonaro em março."De forma profissional", segundo a publicação, os poloneses não vincularam a recusa à ida de Bolsonaro com a sua agenda em Moscou.(com agência Sputnik Brasil)



Em janeiro, ao falar sobre sua visita à Rússia, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que planejava seguir viagem para a Hungria e a Polônia.
O presidente da Polônia, Andrzej Duda, em Londres (arquivo) ©


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais