Comandante do Talibã morre em ataque a hospital de Cabul, segundo relatos

A capital afegã foi alvo de duas explosões, nessa terça-feira (2), que mataram pelo menos 25 pessoas e feriram outras 50

Foto: Reuters / Zohra Bensemra
Credit...Foto: Reuters / Zohra Bensemra

De acordo com relatos, um comandante sênior do Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) morreu durante o ataque a um hospital militar de Cabul.

Hamdullah Mokhlis, que era membro da rede Haqqani e oficial das forças especiais Badri, foi um dos combatentes mortos durante o conflito com os agressores, segundo a agência de notícias AFP.

A situação no país continua difícil após o Talibã assumir o poder em agosto. Enquanto isso, relatos sugerem que os antigos responsáveis pela segurança do país se juntaram ao grupo terrorista Daesh desde o colapso do governo, após a retirada dos militares norte-americanos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais