Base aérea iraquiana que abriga forças dos EUA é atingida por pelo menos 3 foguetes, diz mídia

Os EUA acusam grupos de milícias apoiados pelo Irã de lançar ataques regulares com foguetes contra suas tropas no Iraque. No ataque desta segunda-feira (24) ninguém ficou ferido

AP Photo / Nasser Nasser
Credit...AP Photo / Nasser Nasser

Pelo menos três foguetes atingiram a base aérea de Ain Al-Asad, no oeste Iraque, que hospeda militares dos EUA e outras forças internacionais, afirma uma fonte de segurança iraquiana ouvida pela emissora libanesa Al-Mayadin nesta segunda-feira (24).

A informação foi confirmada pelo porta-voz da Coalizão Internacional, Coronel Wayne Marotto, na rede social Twitter.

[Relatório inicial: às 13h35 horário local [07h20 em Brasília], a base aérea de Ain Al-Asad (AAAB) foi atacada por um foguete. Não foram relatados feridos. O dano está sendo avaliado. O ataque está sob investigação, para obter mais informações, consulte veja a Célula de Segurança dos Mídia ou o porta-voz do comandante-em-chefe do Iraque.]

Marotto acrescentou que "cada ataque contra o governo do Iraque, o Governo Regional do Curdistão e a Coalizão mina a autoridade das instituições iraquianas, o Estado de direito e a soberania nacional iraquiana".

De acordo com a Al-Mayadeen, algumas explosões foram ouvidas ao redor da base aérea de Ain al-Assad.

O governo dos EUA acusa grupos de milícias apoiados pelo Irã de lançar ataques regulares com foguetes contra suas tropas no Iraque. Nenhum grupo reivindicou a responsabilidade pelo ataque desta segunda-feira (24). (com agência Sputnik Brasil)