Pompeo espera que Turquia libere logo pastor americano

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse nesta segunda-feira ter esperanças de que a Turquia libere neste mês um pastor americano cuja detenção tensionou a relação entre Washington e Ancara.

"Sum, poderia ser libertado neste mês. Deveria ter sido libertado no mês passado - e deveria sair hoje, de fato", disse o alto diplomata a repórteres em Nova York, onde participa na Assembleia Geral da ONU.

Pompeo reiterou que os Estados Unidos considera que Andrew Brunson, que ficou preso por cerca de dois anos acusado de terrorismo, está detido "injustamente".

"O pastor Brunson e outras pessoas dos Estados Unidos que foram detidas pela Turquia devem ser todas libertadas pela Turquia e isso tem que ser feito imediatamente", disse Pompeo.

 

fff-sct/co/jm/lp/rsr/cc