Aquarius pede autorização para desembarcar 58 imigrantes na França

O navio humanitário "Aquarius" pediu à França autorização excepcional para desembarcar no porto de Marselha seus 58 imigrantes a bordo, informou a ONG que freta a embarcação.

"É a única opção que temos" para que o Aquarius, "o último navio civil" na área, "continue com sua missão" de resgate de imigrantes, explicou o diretor de operações da organização SOS Méditerranée, Frédéric Penard, em uma coletiva de imprensa em Paris.

"As autoridades francesas foram informadas" deste pedido, disse Penard, observando que é "urgente colocar essas pessoas - entre as quais 17 mulheres e 18 menores - em segurança".

Este pedido foi feito depois que o Panamá anunciou no sábado que retiraria sua bandeira do navio, depois de decisão similar adotada por Gibraltar, por não respeitar os "procedimentos legais internacionais" relativos ao resgate de imigrantes no Mar Mediterrâneo.

 

cg/meb/eg/mb/mr