Prefeito condenado por desvio no FNDE

A Advocacia-Geral da União conseguiu na Justiça a condenação do município de Silvanópolis (TO) e do ex-prefeito Paschoal Baylon pela não aplicação dos recursos da educação. 

Foi constatado o desvio de mais de R$ 20 mil do Fundo Nacional da Educação (FNDE) e a não prestação das devidas contas.

TST garante a terceirizada salário de efetivo

O TST garantiu a uma empregada terceirizada o direito de receber o mesmo salário pago aos bancários do Banco do Brasil que exercem cargo ou função similar ao dela, além dos benefícios próprios da categoria previstos em normas coletivas.

Mesmas funções

Apesar de ter sido contratada por outra empresa, a empregada desempenhava atividades típicas de bancário, mas recebia salário inferior.