Mourinho diz que Kaká não deve ser pressionado

MADRI - O técnico do Real Madrid, José Mourinho, afirmou nesta quarta-feira que o brasileiro Kaká não deve ser pressionado e deve ter espaço para trabalhar, depois de uma lesão que o manteve afastado dos gramados por vários meses.

"Ele ficou seis meses sem jogar, mas, na realidade, é mais porque ficou um ano e meio longe de seu nível", declarou o português. "Para um jogador como ele, que vive de seu talento e de sua velocidade, não é uma situação fácil", disse Mourinho.

"Não esperava que Kaká, quando retornasse, fosse o mesmo de quando ganhou a Bola de Ouro em 2007". "Está vivendo um processo natural e devemos continuar apoiando. Como jogador e como pessoa é fantástico", completou o treinador.

O meia brasileiro, 28 anos, foi submetido em 5 de agosto a uma cirurgia no joelho esquerdo e voltou aos treinamentos em dezembro.

"É preciso ter paciência e deixá-lo trabalhar sem pressão. Da minha parte ele não tem pressão", afirmou Mourinho, que relacionou o brasileiro para o jogo de quinta-feira contra o Málaga, pela 26ª rodada do campeonato espanhol.