Chuva diminui, mas muitas pessoas continuam ilhadas em São Paulo

Brasília - O mau tempo que atinge a capital paulista desde o início da tarde continua, mas com intensidade reduzida. A água, no entanto, ainda não escoou em muitas vias da região oeste e parte da zona norte, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

Uma mulher grávida foi resgatada com a ajuda do helicóptero da Polícia Militar (PM) na alça de acesso da Rodovia Castelo Branco para a marginal Pinheiros e encaminhada ao Hospital São Camilo, na zona oeste. O Corpo de Bombeiros atende a vários chamados de pessoas ilhadas, mas até às 17h41 ainda não tinha um balanço dos socorridos.

O temporal começou pouco depois das 14h. Com a enxurrada, o Rio Pinheiros transbordou, deixando ruas e avenidas alagadas, na zona oeste. Em toda a cidade, havia 41 pontos de alagamento, às 17h35 , dos quais 16 intransitáveis.

Os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tiveram a circulação suspensa entre as estações Barra Funda e Lapa, afetando o transporte de passageiros.

Para atender os usuários foi acionado o Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Sistema Paese), colocando ônibus nesse trajeto. Os transtornos, porém, continuaram porque há muitas vias alagadas.