Pé quente", Ronaldinho quer títulos para retribuir carinho

Novo camisa 10 da Gávea vive lua de mel com a torcida e festeja invencibilidade do time desde sua chegada

RIO - Desde que Ronaldinho chegou, o Flamengo vive uma verdadeira lua de mel com sua torcida. Em cinco jogos pelo Estadual, cinco vitórias. No único jogo em que o time não saiu com a vitória na temporada, ficou no empate com o Londrina em zero a zero, ele não tinha ainda acertado com o clube. Além de craque, é pé quente. "Desde que eu cheguei ao clube me considero pé-quente, o Flamengo só ganhou. Acho que sou pé-quente", brincou após a boa estreia contra o Nova Iguaçu na última quarta.

Bem adaptado ao Rio e muito identificado com a torcida, que lotou o estádio na sua estreia com a camisa do Flamengo, Ronaldinho diz não ter palavras para falar sobre o que está sentindo no rubro-negro.

"Eu fico imaginando que isso é um público de uma final. Quando se trata de Flamengo é isso. Por isso que Flamengo é Flamengo. Não tenho palavras. Saber que meus amigos rubro-negros estão me vendo, no mundo todo estão me vendo", garantiu.

Um detalhe sobre a participação de Ronaldinho no duelo com o time da Baixada foi que ele atuou bem solto: na direita, no meio, na esquerda e até como centroavante. À vontade, ele avisa que pode atuar em qualquer esquema.

"Me sinto bem em qualquer esquema tático. Treinando, jogamos de qualquer forma. Mas o melhor foi conquistar o objetivo, que era a vitória. Jogar com a camisa 10 do Mengão e braçadeira de capitão é uma emoção e uma responsabilidade muito grande", ressaltou o craque, que é só alegria com a recepção de todos na Gávea.

"É como dizem: todo mundo tem um pouco de Flamengo e eu não sou diferente. O Flamengo aflorou em mim de uma forma muito rápida. Me receberam muito bem aqui, jogadores e torcedores. Agora, é lutar e trabalhar muito para conquistar títulos nesta temporada. Mas este jogo de estreia é algo que jamais vou esquecer", finalizou.

Site do Fla