Rivais do Flamengo aprovam chegada de Ronaldinho à Gávea

Rio - O meia e capitão do Vasco, Carlos Alberto, deixou a rivalidade entre os clubes de lado e aprovou a contratação de Ronaldinho pelo Flamengo. De volta ao País após dez anos, o jogador assinou contrato com o clube rubro-negro até 2014.

"Isso mostra a força do futebol carioca, que foi campeão dos últimos dois Campeonatos Brasileiros (com Flamengo, em 2009, e Fluminense, em 2010). É uma pena que o Maracanã está fechado, porque vai faltar espaço para o torcedor nesta festa", disse.

Antônio Carlos, zagueiro do Botafogo, ratificou as palavras do jogador vascaíno. "Acho que com a contratação do Ronaldinho quem ganha é o campeonato. Vai levar muita gente aos estádios e será um Carioca especial", disse ele.

Em seu Twitter, o lateral/volante do Fluminense, Belletti, também afirmou que Ronaldinho é bem-vindo. "Que sua alegria de jogar futebol traga ainda mais alegria a esse País. Menos contra o Fluminense", brincou o atleta, que jogou com Ronaldinho no Barcelona.

"Voltei para dar o meu máximo"

Ronaldinho Gaúcho assinou contrato, já é atleta do Flamengo e soube, no início desta terça-feira, o que é fazer parte da nação. Desde que foi ventilada sua ida para o clube, o craque sentia pelas ruas o calor da torcida e, para retribuir todo esse carinho, prometeu empenho.

Falando diretamente para os torcedores, via Site Oficial do Flamengo, Ronaldinho fez questão de agradecer todo o amor que os rubro-negros têm demonstrado por ele, que não esperava uma recepção tão grande como a que já teve.

"A torcida pode esperar muito carinho da minha parte também. Eu fui recebido aqui no Rio de Janeiro com esse sentimento. As pessoas, os torcedores me passaram isso. Já imagino essa torcida no estádio lotado. Eles podem esperar o máximo de mim. Voltei para o Brasil e vim jogar no Flamengo para dar isso. E, claro, tenho esperança que esse meu trabalho me coloque novamente na Seleção Brasileira", afirmou o craque.

Na última semana, em entrevista coletiva que concedeu quando ainda era atleta do Milan, Ronaldinho já tinha mostrado indícios de que estava começando um longo ‘caso de amor’ com a torcida rubro-negra.

"Eu só tenho a agradecer todos esses torcedores que vieram para a porta do hotel hoje, para uma entrevista coletiva", disse, na ocasião. No mesmo evento, Ronaldinho também não teve palavras para descrever o que era o Flamengo. "Bem. O Flamengo é o Flamengo".

 

Com Site do Fla