Mano elogia Ronaldinho e justifica substituição por "desgaste físico"

O técnico Mano Menezes sofreu a primeira derrota no maior teste à frente da Seleção Brasileira. Nesta quarta-feira, diante da Argentina, em Doha, no Catar, o comandante viu o time pentacampeão mundial perder por 1 a 0, com um belo gol do craque Lionel Messi. No entanto, apesar do placar negativo, Mano enxergou motivos para elogios, como a atuação do meia-atacante Ronaldinho, do Milan.

"O Ronaldinho fez um bom jogo, mostrou habilidade, boa armação e criou boas chances para nós", elogiou o treinador brasileiro, antes de justificar a saída do atleta na metade do segundo tempo. "A decisão de tirá-lo foi por conta do desgaste físico, não por estar insatisfeito com sua produção".

O confronto desta quarta, em Doha, marcou o retorno de Ronaldinho à Seleção depois de o atleta ser barrado da Copa do Mundo de 2010. Melhor jogador do planeta nos anos de 2004 e 2005, o meia foi ignorado por Dunga na lista de atletas que representaram o Brasil no Mundial da África do Sul, competição a qual o País caiu nas quartas de final, após derrota por 2 a 1 para a Holanda.

"Nós fizemos uma boa escolha, acrescentou em termo de equilíbrio pela experiência, pois ele está acostumado com jogos como esse. Acertamos em trazer ele para este momento. Hoje (quarta) passamos por um bom desempenho", completou o treinador.