Veja os números da gigante russa, carrasca da derrocada brasileira

Velha conhecida dos torcedores brasileiros, a ponteira Ekaterina Gamova foi mais uma vez o ponto de desequilíbrio para tirar da Seleção Brasileira o tão sonhado inédito título mundial. Com uma atuação memorável no quinto set, a gigante de 2,02 m chamou a responsabilidade para si e virou três bolas incríveis na sequência.

Ao Brasil coube olhar e admirar o desempenho da russa, que além de um foco incrível na partida, sabia muito bem como provocar a equipe verde e amarela com encaradas e olhares a cada cravada que dava no chão da quadra brasileira.

"Ela conseguiu fazer tudo no tie-break, foi só ela. Não conseguimos segurar, (o ataque dela) vem muito alto e vem para baixo, pontua muito. Para o time da Rússia foi o diferencial", disse a levantadora Fabíola. "Ela jogou sozinha. Ela que ganhou esse campeonato. Infelizmente, não deu para a gente", completou Jaqueline.

Outro que se rendeu ao desempenho da gigante russa foi o técnico José Roberto Guimarães. "Ela fez uma ótima partida, fez 35 pontos, foi a maior pontuadora, jogou uma partida memorável que vai ficar para a história dela. Não conseguimos pará-la. Defendemos algumas bolas, mas ela fez 80% dos pontos que atacou. Estava em uma forma incrível e a gente não conseguiu pará-la".

A atuação na final do Mundial rendeu a Gamova o título de melhor jogadora do torneio, conquista que só foi possível graças ao desempenho incrível contra as brasileiras.

Confira abaixo os belos números da carrasca da Seleção na final do Mundial:

Pontos de ataque - 29 em 53 tentativas (aproveitamento de mais de 54%)

Bloqueios - 4 no total (segunda melhor da Rússia neste fundamento, perdendo apenas para a meio de rede Perepelkina)

Saque - Com dois aces, foi outro ponto de desequilíbrio da rival