Convocado para a seleção, Amauri diz que não cantará hino da Itália

Portal Terra

ROMA - O atacante brasileiro naturalizado italiano Amauri, da Juventus, disse que não cantará o hino do país europeu caso entre em campo no amistoso da próxima terça-feira, contra a Costa do Marfim, em Londres, informa neste domingo o site do jornal As. O atleta integrará a seleção da Itália pela primeira vez em sua carreira, após convocação do técnico Cesare Prandelli.

Segundo o veículo espanhol, o centroavante diz que conhece o hino da Itália, mas manterá sua decisão. De acordo com as informações divulgadas, Amauri também espera jogar o amistoso, para dar uma resposta àqueles que criticaram sua convocação por ser um atleta naturalizado, assim como ocorreu em relação ao atacante da Inter de Milão Mario Balotelli, nascido em Gana, que também fará parte do grupo italiano.

O As ainda informa que o jogador da Juventus disse que pretende fazer parte da seleção da Itália pelo maior tempo possível. Ele garantiu também, conforme divulga o site, que se marcar um gol contra o Brasil algum dia, vai comemorar sem problema algum.