Valencia fecha acordo para receber corrida de F1 em 2008

REUTERS

VALENCIA - A cidade espanhola de Valencia assinou acordo para receber a partir de 2008 um grande prêmio de Fórmula 1 em um circuito de rua ao redor do novo porto da regata America's Cup, anunciou nesta quinta-feira o empresário-chefe da F1, Bernie Ecclestone.

Ecclestone disse, entretanto, que o acordo de sete anos com o governo de Valencia é condicional à vitória do atual governador Francisco Camps, do Partido Popular, na eleição regional que será realizada ainda este mês.

A corrida, que será chamada Grande Prêmio da Europa, será realizado na parte final da temporada no novo circuito semelhante ao de Mônaco. A imprensa espanhola noticiou que Ecclestone insistiu que a corrida fosse realizada em circuito de rua em vez de usar a pista Ricardo Tormo, que recebe provas do Mundial de MotoGP e também é usada para testes da F1.

A inclusão da prova em Valencia deixaria a Espanha com duas provas no ano que vem, uma medida que vai contra a posição anterior de Ecclestone de que nenhum país europeu deveria ter mais de uma prova na temporada.

O circuito italiano de Ímola, que recebeu o Grande Prêmio de San Marino, foi cortado do calendário este ano, enquanto Nuerburgring e Hockenheim se alternam como sede do GP da Alemanha.

O Grande Prêmio da Europa era realizado em Nuerburgring desde 1999, como segunda corrida da Alemanha. Brands Hatch e Donington Park, na Grã-Bretanha, e Jerez, na Espanha, também já foram a casa do GP europeu.

O pagamento de 26 milhões de euros para fazer cada corrida e o aumento de popularidade da Fórmula 1 na Espanha após o bicampeonato conquistado por Fernando Alonso são vistos como fatores-chave por trás da decisão.

O circuito da Catalunha, que receberá o GP da Espanha no domingo, tem contrato para receber corridas da Fórmula 1 até 2011.