Maradona continuará tratamento em clínica psiquiátrica

Agência EFE

BUENOS AIRES - Alfredo Cahe, médico particular de Diego Maradona, confirmou que o ex-jogador argentino será levado a uma clínica psiquiátrica no início da semana que vem para completar seu tratamento.

Segundo Cahe, Maradona 'está tomando consciência da gravidade de seu quadro":

- Contamos tudo o que aconteceu. Ele não tinha idéia de até onde o álcool o levou, nem das dores que sofreu, disse.

O ex-astro da seleção argentina está internado desde a última sexta-feira no hospital de Los Arcos, em Buenos Aires, por uma recaída da hepatite tóxica aguda pelo consumo de álcool que o manteve internado durante 13 dias em outro local.

O ex-jogador, de 46 anos, seria levado à clínica Abril, também na capital argentina. Cahe garantiu que há médicos de sua 'confiança'

no local.

- Os exames vão dando mostras de que o estado de Diego vai se normalizando lentamente, explicou o médico.

- Ele está mais comunicativo, aceitando as coisas, e estamos convencendo-o a se internar numa clínica psiquiátrica. Não podemos fazê-lo mudar de opinião em um só dia, ele é muito especial, completou Cahe.

- A partir de agora, o principal tratamento será para combater sua dependência ao álcool, afirmou.