ESPORTES

Botafogo vence o Sampaio Corrêa com gols de Júnior Santos e Jeffinho

...

Por ESPORTES JB com FogãoNet
[email protected]

Publicado em 27/01/2024 às 18:04

Alterado em 27/01/2024 às 22:35

Junior Santos fez um gol de cabeça Foto: Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo voltou a vencer no Campeonato Carioca. Sem tanto brilho, o time alvinegro, repleto de reservas, derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 0, neste sábado, no Estádio Nilton Santos, e chegou a nove pontos na Taça Guanabara. Júnior Santos e Jeffinho fizeram os gols da partida.

O jogo
O primeiro tempo foi morno, quase parando. Se começou parecendo que seria animado, com bomba de Júnior Santos que Leandro Matheus espalmou, com um minuto, logo o ritmo diminuiu. O Sampaio Corrêa ainda ameaçou em chute de Abner, da entrada da área, que John pegou.

Do lado do Botafogo, posse de bola, passes e pouca objetividade. Os melhores eram Júnior Santos (pela iniciativa), Savarino (pela qualidade) e Bastos (pela imposição). Mas era pouco para levar perigo. No máximo, um chute de Savarino, que Leandro Matheus resvalou e o árbitro não viu, dando tiro de meta, aos 32.

Na etapa final, Tiago Nunes voltou com três mudanças. Tirou Jacob Montes (discretíssimo), Savarino (em condicionamento físico) e Janderson, para colocar Eduardo, Jeffinho e Matheus Nascimento. Enfim, o Botafogo melhorou.

Chegou primeiro com Kauê, que finalizou para fora da meia-lua, e achou o caminho com Hugo pela esquerda. Em uma tentativa, o lateral cruzou rasteiro, Matheus Nascimento desviou e Leandro Matheus salvou o Sampaio. Aos 9, novamente Hugo, bom cruzamento e gol de Júnior Santos de cabeça de outro lado, fazendo 1 a 0 para o Botafogo.

Enquanto o Sampaio só tentava chutes de fora de longe, sem sucesso, o Botafogo seguia melhor e levando perigo. Aos 14, Júnior Santos fez grande jogada, deu dois belos dribles, mas tentou mais um quando poderia finalizar, sendo desarmado na área.

A grande oportunidade para o Sampaio Corrêa veio ao 24, quando após cruzamento rasteiro da direito, Davi mandou na rede pelo lado de fora. Do outro lado, Hugo tabelou com Jeffinho, entrou na cara do gol e bateu por cima.

No fim, ainda houve mais um susto, em bonito chute de Abner, aos 39, que desviou e passou rente à trave de John. O Botafogo segurava a vitória, sem forçar muito, mas ainda chegou ao segundo gol no fim, com Jeffinho, após bela tabela com Matheus Nascimento.

Tags: