Última volta sensacional! Verstappen vence GP e é campeão mundial na F1

Hamilton liderou praticamente toda a corrida em Abu Dhabi

Foto: Reuters/Hamad I Mohammed
Credit...Foto: Reuters/Hamad I Mohammed

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, venceu o Grande Prêmio de Abu Dhabi na Fórmula 1 neste domingo (12) na última volta e se tornou campeão mundial da categoria pela primeira vez.

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, liderou praticamente toda a corrida, mas na relargada após a entrada do carro de segurança perdeu a posição para o holandês.

Já o pódio foi fechado por Carlos Sainz, da Ferrari, que foi beneficiado pelo abandono do outro piloto da Red Bull, Sergio Perez, por um problema durante o próprio safety car.

"É incrível. Nós lutamos toda a corrida e é extraordinário o que fez a equipe", disse Verstappen na entrevista oficial após a corrida, agradecendo tanto Perez como a Honda.

 

A corrida

Hamilton largou melhor e já assumiu a liderança da corrida na primeira curva. Na volta seguinte, Verstappen conseguiu ultrapassar, mas deu um leve toque no britânico - que escapou da pista e voltou na frente.

Normalmente, quando esse tipo de incidente ocorre, o piloto ultrapassado devolve a posição, mas o piloto da Mercedes se manteve na frente. Durante as comunicações entre a Red Bull e o diretor da prova, Michael Masi, já envolto em diversas polêmicas desde o GP do Brasil, o responsável afirmou que Hamilton não precisava devolver a posição porque não teve vantagem.

Na volta 27, Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, teve um acidente e precisou abandonar a corrida. A disputa em Abu Dhabi era a última da carreira do finlandês na categoria que, além de ter conquistado o último título de um piloto da Ferrari em 2007, também possui o recorde de maior número de corridas disputadas na F1, com 349 largadas.

Na 36, foi a vez do outro piloto da Alfa Romeo, o italiano Antonio Giovinazzi, abandonar e provocar um safety car virtual.

Essa é a última corrida do piloto na categoria também. Durante o incidente, Verstappen aproveitou para parar nos boxes - Hamilton seguiu na pista.

Mas, a diferença entre os dois permaneceu na casa dos 10 segundos por bastante tempo. Na volta 54, Nicolas Latifi, da Williams, bateu na pista e provocou um safety car. Verstappen, novamente parou e colocou os pneus de faixa vermelha, mais rápidos.

Na relargada, na última volta, o holandês atacou Hamilton e conseguiu ultrapassar para a vitória.

 

Mazepin com Covid

Pouco antes da corrida, a F1 informou que o piloto russo Nikita Mazepin, da Haas, estava fora da prova por ter testado positivo para a Covid-19. Não foram dados mais detalhes e se outros funcionários da equipe foram afastados também da prova.

Como o piloto reserva, o brasileiro Pietro Fittipaldi, não participou de nenhum treino em Abu Dhabi, a Haas não pode escalar nenhum substituto e apenas Mick Schumacher participou da última prova do ano. (com agência Ansa)



"É incrível. Nós lutamos toda a corrida e é extraordinário o que fez a equipe", disse Verstappen na entrevista oficial após a corrida, agradecendo tanto Perez como a Honda
Max Verstappen da Red Bull comemora a vitória na corrida e no campeonato mundial com a bandeira da Holanda no pódio


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais