De virada, CSA-AL derrota o Vasco em São Januário pela Série B

Azulão bate o Cruzmaltino por 3 a 1, pela 32ª rodada, e volta a vencer após dois jogos na Série B

Foto:: Thiago Ribeiro/Agif/CBF
Credit...Foto:: Thiago Ribeiro/Agif/CBF

Triunfo do CSA-AL, de virada, em São Januário pela 32ª rodada da Série B do Brasileiro. O Azulão superou o Vasco por 3 a 1, nesta sexta-feira (29) e volta a sonhar com o G-4. Renato Cajá e Dellatore, duas vezes, marcaram para a equipe de Maceió, enquanto Germán Cano assinalou para o Cruzmaltino no Rio de Janeiro.

Com o resultado, o CSA ultrapassa o Vasco e fica em sétimo, com 48 pontos. O Cruzmaltino tem a mesma pontuação, mas está uma posição abaixo.

 

O jogo

O primeiro tempo do confronto pela parte de cima da tabela foi de intensidade e muitas emoções. Antes do minuto inicial de partida, Germán Cano recebeu, arriscou o chute da intermediária e obrigou o goleiro Thiago Rodrigues a operar uma bela defesa. O Azulão respondeu no ataque seguinte, com Iury Castilho, que colocou a bola na rede, mas após auxílio do VAR, o gol foi anulado por um toque no braço do atacante no início da jogada.

Aos 19, o primeiro gol do jogo saiu: de pênalti, Cano inaugurou o marcador na Colina Histórica. Porém, aos 24, Renato Cajá cobrou uma falta da intermediária, com força, a bola desviou levemente na barreira e foi morrer no fundo do gol, deixando tudo igual.

As duas equipes seguiram criando chances: Thiago Rodrigues fez belas defesas evitando o segundo vascaíno, enquanto Dellatorre e Cajá ameaçaram com chutes perigosos que passaram perto do gol, mas o placar foi mantido até o intervalo.

A etapa final começou no mesmo ritmo da primeira parte. Logo com um minuto, Riquelme conduziu a bola, arriscou o chute e levou perigo. Já o CSA ameaçou aos 11, em contra-ataque em velocidade, quando Dellatorre foi servido, saiu de frente para o gol, chutou de canhota, mas Lucão conseguiu defender.

Depois dos 15 minutos, a partida perdeu um pouco de intensidade e ficou truncada, com as duas equipes batalhando pela posse. Até que aos 37, em uma transição rápida do Azulão, Giva Santos tocou para Dellatorre, o atacante girou e concluiu firme para virar o jogo no Rio de Janeiro.

Em desvantagem, o Vasco foi para a pressão e Cano quase igualou o marcador, aos 43, quando o atacante recebeu na área, girou e chutou firme, mas a defesa alagoana conseguiu afastar. Porém, de pênalti, Dellatorre marcou o terceiro do CSA e definiu a vitória, na altura dos 48 minutos. (com Ascom CBF)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais