Tite cita reunião com CBF e não garante Brasil na Copa América

Posicionamento da seleção será exposto em um 'momento oportuno'

Divulgação
Credit...Divulgação

O treinador da seleção brasileira, Tite, confirmou nessa quinta-feira (3) que os jogadores e a sua comissão técnica se reuniram com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CFB), Rogério Caboclo, para conversar sobre a participação ou não do país na próxima edição da Copa América.

Na coletiva de imprensa realizada em Porto Alegre, Tite escondeu a posição da comissão e dos atletas, mas contou que a opinião do grupo será exposta em um "momento oportuno".

"Nós temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, em uma sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual era a nossa opinião. Na sequência, pedimos aos atletas para trabalharem e ficarem focados exclusivamente na preparação para o jogo contra o Equador. Na sequência, pediram uma conversa com o presidente e foi muito clara, direta. A partir daí, o posicionamento dos jogadores também ficou claro. Temos uma posição, mas não vamos externar agora. Gostaríamos de externar em um momento oportuno a ele", declarou Tite.

O volante Casemiro, capitão da seleção brasileira e jogador do Real Madrid, não participou da coletiva. Desde que o país foi anunciado como sede da Copa América, nenhum atleta concedeu entrevistas.

O comandante do Brasil ainda garantiu que vai revelar seu posicionamento sobre o tema somente depois dos jogos contra Equador e Paraguai.

A seleção brasileira vai encarar o Equador nesta sexta-feira (4), às 21h30, no Beira-Rio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Com 100% de aproveitamento em quatro rodadas, o Brasil é o líder do torneio.

A Copa América, que será disputada no Brasil, acontecerá entre os dias 13 de junho e 10 de julho.(com agência Ansa)