Neymar acusado de agressão sexual por funcionária da Nike

Reportagem foi publicada pelo The Wall Street Journal nessa quinta-feira; jogador nega

AFP / Franck Fife
Credit...AFP / Franck Fife

Uma funcionária da empresa Nike acusa Neymar de agressão sexual, ocorrida em 2016. Este teria sido o motivo pelo qual a marca de produtos esportivos teria encerrado o contrato com o jogador do Paris Saint-Germain em agosto do ano passado sem alegar um motivo. O compromisso ainda tinha mais oito anos de duração. O jornal The Wall Street Journal teve acesso a documentos e entrevistou pessoas ligadas ao assunto

A funcionária da Nike disse a amigos e colegas que Neymar tentou forçá-la a fazer sexo oral em um quarto de hotel de Nova York, onde ela ajudava a coordenar eventos e fazia a logística para Neymar e sua comitiva. Funcionários da Nike, atuais e antigos, são citados nos documentos.

Neymar nega a acusação. "Neymar Jr. se defenderá vigorosamente contra esses ataques infundados caso alguma reclamação seja apresentada, o que não aconteceu até agora”, disse a assessoria do atleta, que justificou o fim do contrato com a Nike por motivos comerciais.(com Agência Estado)

MAIS DETALHES AO LONGO DO DIA