Vasco derrota Atlético MG e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

Em São Januário, Cruzmaltino bateu o Galo por 3 a 2 e subiu para o 14º lugar na tabela da Série A

Jorge Rodrigues/AGIF
Credit...Jorge Rodrigues/AGIF

A 32ª rodada do Brasileirão Assaí foi positiva para o Vasco, que venceu o Atlético-MG neste sábado (23) e deixou a zona de rebaixamento da competição. Em São Januário, o time carioca bateu os mineiros por 3 a 2 e subiu para o 14º lugar da tabela, com 35 pontos. O Galo, com 54, ocupa a quarta posição.

O jogo

Vasco e Atlético-MG fizeram um primeiro tempo bem movimentado no Rio de Janeiro. Com apenas 12 minutos de jogo, Léo Matos colocou o braço direito na bola e a arbitragem assinalou pênalti a favor do Galo. Hyoran foi para a cobrança, mas acabou mandando na trave e desperdiçando a chance de colocar o time mineiro na frente. Na sequência, a equipe carioca respondeu com Yago Pikachu, que recebeu bom passe de Benítez e finalizou muito perto da trave esquerda adversária. Logo depois, aos 17, Léo Matos insistiu no lance após lançamento de longa distância e tocou de cabeça para Cano, que só completou para o fundo das redes e abriu o placar para o Cruzmaltino: 1 a 0.

Atrás no marcador, os mineiros voltaram a pressionar e criar boas chances, duas delas com Savarino. Primeiro, o atacante acertou a trave e, depois, foi parado em boa defesa de Fernando Miguel. Mas o Vasco também não diminuiu o ritmo e ampliou a vantagem aos 31 minutos. Léo Matos cruzou pela direita, Pikachu se adiantou à marcação e finalizou na trave. No rebote, o próprio atacante pegou a sobra e fez 2 a 0.

Na volta do intervalo, o Vasco ampliou aos 13 minutos. Em troca de passes desde o campo de defesa, Benítez tabelou com Léo Matos e com Talles Magno, e depois deu assistência na medida para Cano. O atacante dominou no peito e finalizou de canhota sem deixar a bola cair para marcar o terceiro do time carioca. O Atlético foi buscando espaço e descontou aos 22. Hyoran aproveitou sobra de bola na entrada da área e finalizou de primeira, no canto direito de Fernando Miguel: 3 a 1. Quatro minutos depois, Gabriel cabeceou com perigo após cobrança de escanteio, e o goleiro vascaíno evitou o segundo gol do Galo. A equipe mineira ainda pressionou nos últimos instantes e marcou novamente já aos 48. Após cobrança de escanteio, Eduardo Sasha apareceu sozinho na segunda trave e desviou para o gol vazio: 3 a 2. (com Ascom/CBF)