Professor destaca aumento do eleitorado feminino nas eleições de outubro

 

    BRASÍLIA - A mudança no perfil do eleitorado brasileiro devido às alterações demográficas é uma das peculiaridades do pleito deste ano, segundo o professor titular da Escola Nacional de Ciências e Estatísticas do Ministério do Planejamento José Eustáquio Diniz Alves. Pare ele, está havendo uma proporção maior de mulheres e de pessoas com meia idade entre os eleitores.

 

Em entrevista ao programa Revista Brasil, José Eustáquio disse que a novidade para as eleições de outubro é que o Brasil tem cinco milhões a mais de mulheres no eleitorado. Ele explica que, em 1998, os homens estavam empatados com as mulheres, e a situação começa a mudar em 2000, quando o número de mulheres aumentou. Além disso, Eustáquio considera um avanço, pela primeira vez na história política brasileira, duas mulheres disputarem a Presidência da República.