MG: Hélio Costa contesta Ibope e diz que instituto já errou

Portal Terra

BELO HORIZONTE - O candidato ao governo de Minas, Hélio Costa (PMDB), questionou os resultados da última pesquisa Ibope, divulgada na segunda-feira. No levantamento, o peemedebista aparece, pela primeira vez desde o início da realização das sondagens, em segundo lugar na corrida eleitoral, com 32% dos votos, atrás do governador tucano Antonio Anastasia, que tem 41%. Em entrevista ao MGTV 1ª edição, da TV Globo, realizada nesta terça-feira, ele afirmou que está tranquilo, principalmente quando os resultados vêm de "pesquisa que é oferecida a candidato".

Ele ainda ironizou a postura do Ibope, que, segundo ele, "há algum tempo, disse que Lula não faria o sucessor e depois correu para dizer que Dilma (candidata de Lula) será eleita". O candidato ainda citou a campanha à Prefeitura de Belo Horizonte, em 2008, quando, segundo ele, o instituto chegou a errar por uma diferença de 12 pontos em suas sondagens.

Hélio Costa afirmou ter outras pesquisas que o colocam, "no mínimo", em empate técnico com o adversário tucano. "Pesquisas não me tiram um minuto de sono". Ele argumenta que, em Minas, todas as últimas eleições tiveram resultados muito apertados, o que justificaria uma reta final acirrada entre os dois concorrentes.

Já o candidato do PSDB adotou nesta terça-feira discurso de quem se considera eleito. "A perspectiva de vitória é firme. Estamos bem à frente na pesquisa Ibope. Sinto que vamos ganhar, e ganhar bem, as eleições no próximo dia 3 de outubro".

Segundo o concorrente, cuja candidatura foi moldada pelas mãos e à sombra do ex-governador Aécio Neves (PSDB), a hipótese de continuidade do "governo Aécio Anastasia" está sendo aplaudida pelos mineiros. O tucano foi vice na chapa de Aécio no último mandato e em março assumiu o cargo, quando seu titular deixou o Palácio da Liberdade para disputar o Senado.