Confiança do consumidor aumenta em fevereiro, diz FGV

RIO - O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) aumentou 0,8% entre janeiro e fevereiro deste ano, de acordo com os dados divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. O índice passou de 121,6 para 122,6 pontos.

Já o Índice da Situação Atual (ISA) subiu 0,3%, passando de 144,2 para 144,7 pontos e o Índice de Expectativas (IE) avançou 1,2%, ao passar de 109,7 para 111,0 pontos, segundo os dados da fundação.

A sondagem do mês de fevereiro mostra que os consumidores avaliam positivamente a situação financeira familiar. A proporção dos que consideram a situação atual boa aumentou de 28,8% para 29,2% do total, enquanto a dos que a consideram ruim reduziu-se de 11,9% para 11,3%.

Outro dado da pesquisa diz que as compras de bens duráveis nos próximos seis meses ganhou fôlego. A parcela de consumidores projetando compras maiores passou de 17,4% para 17,9% e a parcela dos que pretendem comprar menos caiu de 33% para 28%.

A sondagem foi feita entre os dias 1 e 21 de fevereiro, em cerca de 2 mil domicílios em sete capitais do país.