Crédito ao Consumidor mostra forte expansão em novembro

SÃO PAULO - O Índice Nacional SCPC de Crédito ao Consumidor (INCC) mostra forte expansão em novembro. O indicador elaborado pelo Instituto de Economia da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atingiu a marca de 118,9, com aumento de 11,3% em novembro, sobre igual mês do ano passado, e de 4,5% sobre outubro. O dado é com base no movimento dos 2200 SCPCs e SPCs de todo o Brasil.

De acordo com o economista-chefe da ACSP, Marcel Solimeo, as expectativas para o final do ano, continuam positivas, esperando-se crescimento bastante significativo do crédito e das vendas do varejo. Contudo, em 2011, segundo o especialista, esse quadro deve mudar, com significativa redução da taxa de expansão do crédito para as pessoas físicas, que deve implicar em menor crescimento das vendas do varejo, mas, ainda, fortemente positivo.

"Se, por um lado, os dados parecem justificar as medidas recentes do Banco Central, visando restringir a expansão do crédito, via elevação do depósito compulsório, e de outro, aumentar o custo dos financiamentos de prazos mais longos, a expressiva expansão dos gastos do governo atua em direção contrária, pressionando a demanda”. O economista afirma que se espera a confirmação das promessas de corte de gastos do governo, para que sobre espaço para manter o crescimento do consumo privado, embora a uma taxa inferior a observada em 2010.