Perdição compra da Cotochés por R$ 54 milhões

SÃO PAULO, 1 de abril de 2008 - A Perdigão confirmou que pretende concluir amanhã (2) as negociações para a compra da Cotochés, uma das mais tradicionais indústrias do segmento de lácteos de Minas Gerais. Com a aquisição, a Perdigão firma-se como uma das maiores empresas do País em captação de leite e consolida a liderança nacional em vendas de leite UHT. A Cotochés será adquirida por R$ 54 milhões, mais a assunção de uma dívida de R$ 15 milhões.

A empresa, que no ano passado registrou um faturamento de cerca de R$ 180 milhões, atua há mais de 50 anos no mercado de Minas Gerais e está entre os três maiores players em vendas de lácteos no Estado, com forte presença na grande Belo Horizonte e diversas regiões mineiras.

Seu portfólio reúne cerca de 50 itens, entre leite longa vida, leite em pó, queijos, manteiga, requeijão, creme de leite, bebidas lácteas e iogurtes. A principal marca é a Cotochés, utilizada para todas as linhas de produtos, que são comercializados regionalmente. Outras marcas utilizadas pela empresa são Moon Lait e Pettilé.

A empresa processa, atualmente, 380 mil litros/dia de leite nas duas unidades produtivas instaladas em Ravena e Rio Casca, na região Leste de Minas Gerais, mas sua capacidade instalada é para 600 mil litros/dia. A Cotochés também conta com um posto de captação em Teófilo Otoni. Hoje, conta com mais de 500 funcionários e gera aproximadamente dois mil empregos indiretos.

A Perdigão, com as duas unidades da Cotochés, passa a operar plantas de produtos lácteos em sete Estados do Brasil, sendo 5 no Rio Grande do Sul, uma em Santa Catarina, uma no Paraná, uma em São Paulo e uma em Goiás, além de manter parcerias para a produção de leite por encomenda em São Paulo, com a CCL, e no Rio de Janeiro, com a CCPL. A empresa também opera uma unidade de processamento de queijo na Argentina.

(Redação - InvestNews)