Desemprego aumenta 14,5% em fevereiro

SÃO PAULO, 26 de março de 2008 - O desemprego no conjunto das seis regiões metropolitanas analisadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) apontou elevação em fevereiro, segundo informou hoje o departamento. A taxa de desemprego total elevou-se para 14,5% em fevereiro, contra 14,2% observada um mês antes, registrando 2.853 mil pessoas desempregadas em fevereiro deste ano. O número é 50 mil pessoas a mais do que o observado no primeiro mês do ano.

A taxa de desemprego aberto (9,6%) não variou e a de desemprego oculto aumentou de 4,6% para 4,9%. Já o nível de ocupação indicou variação negativa (0,4%), um procedimento típico do período analisado.

Das regiões pesquisadas, Salvador foi a que apresentou o maior índice de desemprego 20,9%, uma variação de 5,6% no comparativo entre janeiro e fevereiro deste ano. Todavia, na comparação com o ano anterior, apresentou recuo de 6,3%. São Paulo apresentou 13,6% de desemprego, mantendo-se estável com o resultado obtido no primeiro mês do ano. A região que apresentou menor índice de desemprego foi Porto Alegre, com 11,3% e variação de 0,9% no comparativo com janeiro.

Dos setores de atividade que apresentaram recuo no nível ocupacional, a liderança ficou com o de Construção Civil, onde 40 mil postos de trabalho foram eliminados, ou 4,1%.

A pesquisa refere-se às regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e ao Distrito Federal.

(Redação - InvestNews)