Taxa de desocupação atinge menor nível desde janeiro

SÃO PAULO, 23 de agosto de 2007 - A taxa de desocupação medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ficou em 9,5% em julho, levemente abaixo dos 9,7% registrados no mês anterior. O resultado também representa uma retração de 1,2 ponto percentual em relação a julho de 2006. A taxa de 9,5% é a menor já registrada pelo levantamento desde janeiro deste ano, quando o índice ficou em 9,3%.

O número de desocupados somou 2,2 milhões de pessoas, contra uma população ocupada de 20,8 milhões de pessoas, ambos com o mesmo nível registrado no mês anterior. Na comparação com julho de 2006, o número de desocupados apresentou retração de 10,5% e a população ocupada cresceu 3% (cerca de 603 mil pessoas).

Dentre as pessoas pesquisadas nas seis regiões investigadas pela Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, os homens representavam 55,8% da população ocupada, que também registrava maioria (63,3%) na faixa entre 25 e 49 anos.

Entre os desocupados, 57,6% eram mulheres, e 47,4% tinham entre 25 e 49 anos. Além disso, 20,3% estavam em busca do primeiro trabalho. A maioria dos entrevistados (45,8%) estava, em julho, à procura de um emprego por um período entre 31 dias e seis meses.

(André Magnabosco - InvestNews)