Até 3 milhões de pessoas podem perder suas casas, diz Dodd

SÃO PAULO, 21 de agosto de 2007 - Entre um e três milhões de pessoas podem perder suas casas nos Estados Unidos, em meio ao preço em disparada das prestações dos empréstimos hipotecários contraídos a juro variável, declarou, nesta terça-feira, o senador Christopher Dodd. "Por causa de certos tipos de créditos concedidos entre 2004 e 2006, a variação das taxas de juros pode elevar as prestações de US$ 400 a mais de US$ 1.500, para os que contraíram os típicos empréstimos a risco, que ofereciam baixas taxas de juros no início", acrescentou o senador de Connecticut.

Dodd falou aos americanos ao término de uma reunião com o presidente do Fed, Ben Bernanke, e com o secretário do Tesouro, Henry Paulson. "Estamos no nível mais alto de despejos em 37 anos, e no nível mais baixo em 10 anos na construção civil, pelo que solicito ao governo que, sem demora, faça o necessário para que as pessoas possam manter suas casas", afirmou o democrata, pré-candidato à eleição presidencial de 2008.

(Silvia Regina Rosa - InvestNews)