No ano, déficit cresce 9,5% e supera R$ 11 bilhões

BRASÍLIA, 25 de abril de 2007 - O déficit da Previdência Social acumula crescimento real de quase 10% no primeiro trimestre de 2007. De acordo com números apresentados nesta quarta-feira, o resultado negativo do órgão acumula R$ 11,227 bilhões de janeiro a março. O valor é 9,5% maior que o registrado em igual período do ano passado na comparação que desconta a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

No ano, a arrecadação cresce em ritmo mais veloz que as despesas. No período, as receitas totais liquidas aumentaram 10,5% e atingiram R$ 30,575 bilhões. No outro lado da conta, as despesas tiveram expansão ligeiramente inferior, de 10,2%, e atingiram R$ 41,802 bilhões.

(Fernando Nakagawa - InvestNews)