Manifestantes ocupam instalações da Petrobras na Bolívia

Portal Terra

BOLÍVIA - Uma unidade da Petrobras foi ocupada pacificamente nesta quinta-feira por habitantes de Caraparí, no sul da Bolívia, mas o fornecimento de gás ao Brasil permanece, informou nesta quinta-feira a imprensa local. Os manifestantes se instalaram na unidade da Petrobras em San Alberto, com a permissão das tropas militares que protegiam o local.

O grupo ameaça fechar as válvulas por onde passa o gás natural enviado ao Brasil caso as autoridades não definam a seu favor a jurisdição sobre a jazida Margarita, uma das mais promissoras do país, que abastece Brasil e Argentina e contém cerca de 20% da reserva boliviana de gás.

Com San Alberto, já são três as instalações petroleiras tomadas por moradores da província de Gran Chaco, no departamento de Tarija. A primeira foi a estação de bombeamento de San Antonio, situada no município de Villamontes, e a segunda a estação de Pocitos, em Yacuiba, ambas administradas pela Transredes, filial da holandesa Shell.

O foco de conflito está num litígio de limites entre as províncias de Gran Chaco e O'Connors, ambas no departamento de Tarija. Trata-se de uma disputa entre municípios pelo repasse de US$ 25 milhões anuais provenientes de royalties.