Brasil vai exportar mais aos ricos

SÃO PAULO, 19 de abril de 2007 - O Brasil continuará exportando mais produtos do agronegócio aos países ricos que aos em desenvolvimento. Segundo o presidente do Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone), Marcos Jank, nos próximos seis anos, as exportações do Brasil aos países desenvolvidos crescerão 26% ao ano, o dobro da taxa de expansão do volume vendido aos países em desenvolvimento. A projeção é de que as exportações aos países ricos saiam dos atuais US$ 20 bilhões para algo em torno de US$ 35 bilhões em 2012.

Aos países em desenvolvimento, as vendas externas avançarão dos atuais US$ 16 bilhões para US$ 25 bilhões, em seis anos.

Segundo Jank, é importante acrescentar que entre os consumidores mais ricos, produtos feitos com sustentabilidade e segurança alimentar continuarão a ser mais demandados. As carnes terão consumo crescente, tanto entre os ricos como entre os países em desenvolvimento.

(Fabiana Batista - InvestNews)