VCP lucra R$ 163 milhões no trimestre

SÃO PAULO, 18 de abril de 2007 - A Votorantim Celulose e Papel (VCP) encerrou o primeiro trimestre de 2007 com lucro líquido de R$ 163 milhões, resultado 3% superior aos R$ 159 milhões observados em igual período do ano passado. Em comparação com o quarto trimestre, o resultado é 6% inferior.

Nos três meses encerrados em março, a receita líquida da companhia somou R$ 724 milhões, dos quais R$ 368 milhões foram originados no mercado doméstico e R$ 356 milhões no mercado externo. No comparativo anual, a receita está 9% maior, com o mercado interno apresentando crescimento de 10% e o externo 9%.

A geração de caixa, ou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) - ajustado, ou seja, líquido de provisões e efeitos não recorrentes - caiu 5%, para R$ 233 milhões, com margem em 32%. Ao incluir 50% na unidade de produção de Americana, o Ebtida sobe para R$ 263 milhões.

O volume de vendas atingiu 414.000 toneladas, registrando crescimento de 9%. As vendas de celulose avançaram 13% no comparativo anual, somando 255 mil toneladas, deste total 83% foi exportado. No segmento de papel, as vendas totalizaram 159 mil toneladas, leve alta de 3%, com cerca de 70% sendo absorvido pelo mercado interno.

(Redação - InvestNews)