Coréias do Norte e do Sul retomam o diálogo econômico em Pyongyang

Agência EFE

SEUL - Uma delegação sul-coreana chegou nesta quarta-feira a Pyongyang, a capital da Coréia do Norte, para assistir a uma nova rodada de conversações econômicas, informaram fontes oficiais.

O encontro do comitê econômico intercoreano, que termina no sábado, abordará a entrega de 400 mil toneladas de arroz pedidas pelo Norte ao Sul na última reunião interministerial de março, além de testes das ferrovias que unirão os dois países.

Seul deve condicionar o envio de arroz a Pyongyang ao início do processo de desnuclearização prometido em 13 de fevereiro nas reuniões multilaterais ocorridas em Pequim.

Naquela ocasião, o país comunista se comprometeu a fechar seu reator nuclear de Yongbyon em 60 dias em troca de ajuda energética.

O prazo fixado para o fechamento da usina nuclear de Yongbyon venceu no sábado e não foi cumprido devido ao problema envolvendo os fundos que a Coréia do Norte depositou em um banco de Macau e que foram bloqueados pelos Estados Unidos.

Seul, que tinha estudado a possibilidade de suspender o comitê econômico, decidiu participar da reunião para acelerar a desnuclearização norte-coreana, segundo as mesmas fontes.